Saúde
15/3/2020

Município ativa Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil

O município de Miranda do Corvo, presidido por Miguel Baptista, ativou hoje o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil devido à pandemia do Covid-19

O município de Miranda do Corvo, presidido por Miguel Baptista, ativou hoje o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil devido à pandemia do Covid-19

O autarca deixou ainda uma mensagem aos mirandenses na página do facebook oficial do munícipio.

Mensagem do presidente da Câmara Miguel Baptista:

“Caros mirandenses, estimados amigos,

Vivemos um tempo novo, para o qual são precisas medidas extraordinárias.

Desde que a ameaça do COVID-19 se tornou mais real, tomámos medidas de proteção, criando um Plano de Contingência Municipal, no qual foram previstos procedimentos a adotar com o agravar da situação.

Estamos num momento-chave que exige a tomada de medidas mais restritivas.

Hoje foram realizadas três reuniões extraordinárias: da Câmara Municipal, da Comissão Municipal de Proteção Civil e do Grupo Municipal de Coordenação criado para o efeito.

A partir de amanhã, segunda-feira, todos os serviços municipais irão estar encerrados.

O mercado municipal será suspenso e já não se realizará na próxima 4ª feira.

Todos os que quiserem contactar com a Câmara, devem fazê-lo por via telefónica ou digital.

Os nossos colaboradores estarão disponíveis para o ajudar. Estarão também garantidos os serviços essenciais, como recolha de resíduos, tratamento de águas ou higiene urbana.

Irão ser totalmente encerrados todos os espaços públicos municipais, como parques infantis e casas de banho públicas.

Recomendamos a todos os espaços e estabelecimentos comerciais do concelho que encerrem como medida de precaução.

Apenas recomendamos que permaneçam abertos ao público os estabelecimentos que prestam serviços e bens essenciais à população.

Quero agradecer a todos os comerciantes que, por sua iniciativa, já tomaram esta decisão. Deram um extraordinário exemplo de cidadania e de responsabilidade.

As consequências sociais desta pandemia são tão preocupantes como a própria pandemia. Por isso, a Câmara Municipal vai avançar desde já com um Plano Municipal de Assistência Social de Emergência, em colaboração com as Juntas de Freguesia, Bombeiros Voluntários, IPSS’s, GNR e outras entidades.

Vamos avançar de imediato com a Revisão ao Regulamento de Taxas Municipal que contemple uma forte compensação à população, empresas e outras entidades,tentando minimizar as dificuldades que os próximos tempos nos trarão.

Por exemplo, vamos aplicar uma redução extraordinária de 50% das tarifas fixas de abastecimento de água, saneamento e resíduos, bem como a redução de 50% no preço do primeiro escalão para todos os consumidores.

Esta medida manter-se-á enquanto durar o estado de alerta ou de emergência.

Quero ainda deixar ainda um apelo a todos para manterem a serenidade, evitarem opânico e cumprirem as recomendações das entidades oficiais.

Temos deter cuidado com notícias falsas nas redes sociais, boatos e desinformação em geral. Procurem a informação pelos canais oficiais e mantenham-se devidamente informados.

Por fim,quero deixar um enorme agradecimento e uma palavra de coragem para todos os profissionais que estão e estarão na linha da frente deste combate, que não tenho dúvidas iremos superar.

Para os profissionais de saúde, os profissionais de segurança, aos bombeiros, aos colaboradores municipais e todos os outros profissionais que irão garantir os serviços essenciais às populações, em nome de todos os mirandenses, o meu muito obrigado.

Entendo que apesar de ainda não existir nenhum caso no concelho, repito: não existe nenhum caso no nosso concelho, perante a ameaça biológica ao nosso concelho e ao seu tecido socioeconómico, decidi no dia de hoje ativar o Plano Municipal de Emergência.

A colaboração de cada um de nós é também essencial.

Cuidem dos vossos familiares, vizinhos e pessoas próximas. Principalmente dos mais idosos.

Como comunidade temos de cooperar e nos ajudar mutuamente para superar este momento.

Caso possam, fiquem em casa.

Continuamos de pé, com força e com fé.

Mas vamos vencer esta luta que é de todos.

Um forte abraço a todos."

METEOROLOGIA
MIRANDA DO CORVO Meteorologia