Sociedade
4/11/2020

Líder do PSD considera irracional a ausência de acordos com Hospital Compaixão

O líder do PSD, Rui Rio, considera irracional a ausência de acordos entre o Ministério da Saúde e a Fundação ADFP, de Miranda do Corvo, para que o Hospital Compaixão, propriedade da instituição, possa entrar em funcionamento

O líder do PSD, Rui Rio, considera irracional a ausência de acordos entre o Ministério da Saúde e a Fundação ADFP, de Miranda do Corvo, para que o Hospital Compaixão, propriedade da instituição, possa entrar em funcionamento

Em visita à unidade hospitalar, realizada esta quarta-feira, dia 04 de novembro, o social-democrata defendeu que o Governo deve “colocar a racionalidade acima da emotividade e abrir o hospital, com a contratualização dos serviços de saúde”.

O presidente do PSD assegurou ainda que irá tentar ajudar a “desbloquear uma situação que é de irracionalidade” e saber o porquê de tanto silêncio do Ministério da Saúde, em relação às solicitações da instituição para que o Estado lhe delegue a prestação de alguns serviços.

“Aceito qualquer argumento do outro lado, mas não dizer nada não é resposta”, rematou Rui Rio.

Leia a notícia completa na edição em papel do próximo “Mirante”.

METEOROLOGIA
MIRANDA DO CORVO Meteorologia